sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Murmúrios


Famalicão, 2008
-
Quando não se obrigam a palavras,
Os segredos que se trocam,
São murmúrios que se tocam
Em cristais de transparência.

E afoga-se a inocência
Na clareza de um beijo.
Encerra-se o mundo…
Num gesto!

E refresca-se a alma,
Em fontes de desejo!

2 comentários:

Daniela disse...

Fantástica!! Vou adicionar à tua "minha" colecção que os alunos adoraram ver e para sempre se vão lembrar!

bom fds (",)

Anónimo disse...

Ó tio, tu és um espetáculo.
Bjs e continua