quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Caminhos


Jales (Vila Pouca de Aguiar), 2009

Não recearei os caminhos,
Se é na liberdade que os sigo.

Nem os que piso,
Nem os que vejo.
Nem aqueles que defino!

Só recearei os caminhos,
Que não me são livres.

Os que me impõem,
Os que me escondem do olhar.
Os que mascaram de trilháveis...

... sem o ser!

3 comentários:

silvie disse...

parabéns pelos belos registos!!muita sensibilidade.
silvia

Anónimo disse...

Mais uma vez parabéns, está belíssima. Bjs

AR

Anónimo disse...

Lindos .... " caminhos que pisa, que vê"...Maravilhosa a forma como os define e (n)os mostra!....
Parabens, Jota,
:)
Catarina